Home » Ferramentas » Circuito de proteção elétrica para Bancada

Circuito de proteção elétrica para Bancada

A bancada ou mesa é o reino de um técnico, hobbysta ou estudante de eletrônica. Uma Bancadas de trabalho deve ter no minimo uma superfície emborrachada  antiestática, um bom sistema de aterramento e uma barra de tomadas com proteção por fusíveis. Em caso de equipamentos sensíveis, o ideal é trabalhar com um Pulseiras de aterramento pessoal, e até uma proteção extra como uma manta de superfícies antiestática e aterrada na bancada de trabalho, essa proteção evita danos por descargas estáticas.

 

Circuito de proteção elétrica para Bancada
Circuito de proteção elétrica para Bancada (figura 1)

 

Funcionamento da proteção elétrica de Bancada

Podemos incrementar uma bancada com dois circuitos simples que vamos mostrar o seu funcionamento e como construir. Um é o transformador de isolamento, que serve principalmente para evitar choques elétricos durante a construção ou conserto de circuitos que estejam energizados, como fontes chaveadas, etc. O outro circuito de proteção de bancada é a lâmpada em série, uma ferramenta capaz de evitar danos maiores em equipamentos eletrônicos. Com apenas uma lâmpada incandescente em série com a rede elétrica AC e o  circuito a ser testado ou consertado pode evitar danos maiores em caso de curto circuito.

 Transformador de isolamento fácil e barato

O que é um transformador de isolamento

Transformador de isolamento como o próprio nome diz, isola a rede elétrica de um aparelho ou rede de tomadas, isso depende de seu uso. Vários aparelhos e eletrodomésticos  antigos, ou mesmo modernos não tem transformador, eles usam uma fonte direta, onde o técnico ou mesmo o curioso como nós,  corremos o risco de levar um choque, que em alguns casos podem se fatal.

 

Transformador de isolamento
Transformador de isolamento ( figura 2)

 

Na figura 2  vemos um tipico circuito de barra de tomadas com um transformador de isolamento, o primário do transformador é ligado a rede elétrica de  corrente alternada que possui uma fase “viva” e outra fase neutra ou terra (não estamos falando do pino central terra). Isso quer dizer que a rede elétrica 110 Volts  AC (127 Volts) possui uma fase que está no potencial neutro ou terra.  O choque fatal ocorre justamente pelo motivo que quando você ,  descalço ou aterrado  toca a fase viva da rede.

 

Transformador de isolamento
Transformador de isolamento

 

Já com o transformador T1, em seu secundário, nenhum dos terminais está aterrado, se você  por acidente tocar um ou outro dos dois  fios do secundário você não receberá choque. Mas se tocar os dois simultaneamente  você  vai receber um choque que pode ser fatal, mas isso é apenas se tocar os dois ao mesmo tempo.

Fazendo o nosso próprio Transformador de isolamento

Na figura 1 temos um circuito de baixo custo, esse circuito usa dois transformadores, T1 e T2, são dois transformadores  comuns, não precisa ser iguais, mas precisa ter as mesmas tensões, o primário com a tensão desejada, 110 Volts, ou os dois e o secundário de 12 volts do tipo 12v-0v-12v. A ligação é simples, o secundário de T1 é ligado com o secundário de T2. A corrente deve ser no minimo 5 Amperes para um bom desempenho.

O transformador de isolamento também nos mantém longe de danos ao equipamento quando estamos fazendo reparos em aparelhos, porque ele vai ter uma a saída AC baixa. Isso não evita danos aos componentes, mas certamente irá ajudar a não ter maiores problemas.

O que é Lampada em série, como funciona e Como fazer?

Desde que eu me conheço por gente uso o sistema de proteção feita com lâmpada em série, essa é uma ferramenta  extremamente simples, fácil de fazer e extraordinariamente eficiente. Quando se utiliza a lâmpada em série em uma bancada é possível evitar acidentes graves,  danificar ainda mais um equipamento, detectar problemas graves, etc. Sempre digo que todo técnico e hobbysta tem que ter uma lâmpada de série  em sua bancada.

Como funciona a lâmpada em série

Nunca sabemos o que realmente está acontecendo quando temos um equipamento com o fusível de entrada queimado, pode ser um curto-circuito interno ou uma queima do fusível por um pequeno surto que nem danificou o equipamento. Trocar o fusível e colocar o equipamento na rede elétrica pode ser arriscado, e correríamos  o risco de ter um novo curto-circuito, a queima novamente do fusível de entrada ou coisa pior.

Isso sem contar os equipamentos e eletrodomésticos que nem tem fusível, você estaria correndo um risco em testar esses equipamentos, sem um respaldo, sem uma proteção para sua rede elétrica, isso poderia até causar uma explosão ou incêndio. Nessas horas é que o uso de uma ferramenta que tivesse a capacidade de diagnosticar defeitos como o consumo  excessivo  e curto-circuito, limitando a corrente e não deixando que algo mais grave ocorra com o equipamento é necessário e imprescindível na bancada.

É justamente o que a lâmpada em série faz, ela limita a  corrente elétrica (de acordo com a potência da lâmpada / watts),  com isso impedimos que toda corrente passe para o aparelho, com isso não teremos a queima do fusível de entrada e  também não teremos  riscos  de danificar ainda mais o aparelho, a rede elétrica e salvaguardar o usuário de uma explosão e incêndio.

Como fazer um lâmpada em série

A lâmpada em série de bancada se analisada de forma técnica, é uma carga resistiva, podemos facilmente substituir a lâmpada incandescente por resistores de fio, mas além de ser muito mais caro, não tem a vantagem de um monitoramento visual, pois a lâmpada aumenta o brilho de acordo com o aumento do consumo do aparelho a ser testado. Caso o aparelho esteja em curto-circuito  a indicação visual será o brilho total da lâmpada.  A carga resistiva não afeta o funcionamento do aparelho, isso quer dizer que ele funcionará normalmente se ligado com uma lâmpada em série.

 

Lampada em série Como fazer
Lampada em série (figura 3)

 

Na figura 3 temos um circuito de barra de tomadas que usa uma lâmpada em série. O ideal é ter algumas lâmpadas com potências diferentes para testar os aparelhos, no  minimo uma de 40, 60, 100, 150 Watts. Não existe uma regra, mas para testar um aparelho com consumo inferior a 40 Watts use a lâmpada de 40 Watts ou 60 Watts,  para  testar aparelho com consumo superior  a 40 Watts até 80 Watts  use as lâmpadas de 60 Watts e 100 Watts e para consumos acima de 100 Watts use a lâmpada  150 Watts.  Mas o técnico é que tem a decisão de acordo com as condições do aparelho e seu consumo.

Como usar a Lampada em série

O modo de uso da lâmpada em série é simples, vamos supor que você tenha um equipamento de som  que tenha queimado o fusível de entrada AC, primeiro vamos substituir esse fusível de entrada  por outro de mesmo valor e  conecte o equipamento na lâmpada de série.

Se é o caso substitua a lâmpada por uma ideal para a  potência do equipamento. Cercado de todo cuidado e proteção ligue o aparelho, e faça a observação do brilho da lâmpada.

A quantidade de brilho vai ser importante para a detecção do problema, se a lâmpada acender com o brilho  máximo, com certeza o curto continua e deve ser verificado o circuito mais atentamente. Componentes como o  enrolamento primário e enrolamento secundário do transformador, diodos retificadores,  sinais de superaquecimento, fumaça, componentes com características alteradas, estafados ou vazando  devem ser medidos e analisados.

Na medida que você for detectando  os problemas, volte a ligar o aparelho na lâmpada em série. Caso o brilho da lâmpada reduza,  este é o momento de ligar o aparelho diretamente à rede elétrica sem a lâmpada em série.

Mas se  a lâmpada não acender quando o aparelho  for ligado, isso é um sinal que o curto pode ter causado a queima de componentes essenciais para a fonte, como  transformador pode ter aberto ou capacitores e circuitos integrados  osciladores  no caso de fontes chaveadas .

Circuito de proteção elétrica para Bancadas

Na Figura 1 temos o esquema completo usando os dois circuitos de proteção sugeridos, a lâmpada em série e o transformador de isolamento.

Atenção!

Alguns equipamentos  não podem ser ligados na lâmpada de série. Esses  equipamentos  mesmo sem problemas não funcionaram quando usado com a lâmpada em série.   No artigo Tudo sobre o Uso da Lâmpada em Serie na Eletroeletrônica você vai encontrar mais informações com vídeos sobre as lâmpadas em série . Além de uma bancada segura, regras de segurança vão afastar você dos perigos da eletricidade, a maioria dos acidentes são evitáveis. Acidentes não acontecem sem uma causa, e a maioria dos acidentes são o resultado de não seguir os procedimentos operacionais de segurança. Leia o nosso Termo de Responsabilidade do site.

Nova Eletrônica - Circuitos e projetos Eletrônicos grátis
Nota Importante: Para perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões utilize a página de contato .
[ Clique Aqui! ]