Home » Circuitos » Circuito Desulfatador de Bateria

Circuito Desulfatador de Bateria

Com o passar do tempo a bateria de chumbo-ácido vai perdendo a sua capacidade de carga, ou seja, vai ter um enfraquecimento gradativo, mesmo que você siga a risca a forma de uso, isso é normal, mas existe uma maneira de reativar a sua bateria.

O que você precisa é de um desulfatador de baterias de chumbo-ácido, ele é capaz de recuperar uma bateria velha e prolongar sua vida útil. O desulfatador é aparelho que é capaz de dissolver os cristais de sulfato de chumbo que se formam nas suas placas apos longos períodos de uso.

A vida útil das baterias são relativamente curta, não mais que quatro anos, a cada vez que a bateria é usada são formados cristais de sulfato de chumbo e quando são carregadas grande parte destes cristais são dissolvidos, mas sempre alguns cristais ficam na placa.

O efeito de sulfatação

Com o passar do tempo os cristais de sulfato de chumbo que permanecem nas placas acabam por ficar mais rígidos e não são mais dissolvidos mesmo durante sua recarga. Estes cristais mais duros vão diminuindo gradualmente a capacidade de armazenamento da bateria, pois se depositam nas placas, diminuindo sua área útil.

bateria acido-chumbo
Bateria acido-chumbo Foto: wikipedia.org

Uma maneira de reverter este problema é tentar desulfatizar a sua bateria, que pode ser um processo químico ou elétrico. Os mais comuns são os dessulfatadores eletrônico que são na maioria bastante simples, eles dão pequenos pulsos de alta tensão, estes pulsos são chamados de “zappers“. Estes pulsos que vão dissolver os cristais de sulfato.

É claro que esse processo é bem lento e deve ser executado durante longos períodos e sua utilização é simples basta ligar o desulfatador aos terminais da bateria, que tem que ter uma corrente razoável, baterias totalmente ou parcialmente descarregadas não terão a corrente suficiente para o processo.

O circuito do Desulfatador de Bateria Eletrônico

O circuito eletrônico abaixo  foi projetado para dissolver as placas sulfatados de baterias de chumbo-ácido, ou seja, fazer uma desulfatização ou recondicionamento de uma bateria de chumbo ácido.

O circuito tem a capacidade de trazer de volta à vida as baterias mortas, ele também pode ser usado a cada período de tempo para manter a bateria na melhor condição possível o tempo todo.

O desulfatizador  não faz milagres, não vai trazer baterias com uma célula em curto ou com placas desgastadas de volta à plena carga, mas é uma ferramenta valiosa para qualquer um que utilize baterias de chumbo-ácido.

Se pulsos elétricos de alta freqüência, alta voltagem, mas baixa corrente são aplicados na bateria, isso na ressonância das placas, faz com que os depósitos de cristais quebrem e os sulfatos retornem à solução eletrolítica.

Este processo completo leva de três a quatro semanas, durante o qual a bateria deve ter uma carga/carregador em paralelo com a desulfatador.

Circuito desulfatador de bateria
Circuito desulfatador de bateria

O circuito é bem simples, para gerar os pulsos ele utiliza um circuito integrado 555 impulsionando um transistor Mosfet e uma série de bobinas. Ele vai gerar pulsos de tensão de saída 30 Volts pico-a-pico com uma corrente de 40mA e uma frequência de 1.500 khz.

O componente crítico neste projeto é o diodo D1 que deve ser um diodo rápido que pode ser o FR602 ou equivalente, mas qualquer diodo rápido pode ser usado desde que tenha a tensão e corrente para o circuito.

O capacitor eletrolítico C4 de 100 uF de ser de baixo ESR , se você tem dificuldade em encontrar o capacitor de  baixo ESR, ligue quatro capacitores de 25 uf em paralelo.

As bobinas L1 e L2 podem ser feitas a partir de ferrite toroidal com diâmetro externo de 1 cm, o fio é de cobre esmaltado não sendo informado o diâmetro ou o numero de espiras.

Este disulfatador é para baterias de 12 Volts, mas caso queira usar em baterias de 24 Volts basta acrescentar um regulador de tensão 7812 e um resistor de 1k no lugar de R3.

Recomendações, o desulfatador deve ser instalado o mais perto possível da bateria, os melhores resultados de recuperação irá ocorrer em no máximo 4 semanas, se deixado por mais tempo os resultados positivos vão continuar, só que em um ritmo mais lento.

Baterias superior a 60Ah levaram mais tempo de desulfatização, quanto mais corrente/hora a bateria tiver, mais tempo no aparelho a bateria deverá ficar.

Não esqueça de carregar a bateria durante a desulfatização, com pelo menos uma corrente baixa, no minimo igual a consumida pelo circuito. Não recomendo usar o desulfatador em um bateria ligada em veículos ou equipamentos sensíveis.

Nova Eletrônica - Circuitos e projetos Eletrônicos grátis
Nota Importante: Para perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões utilize a página de contato .
[ Clique Aqui! ]