Home » Tecnologia » Eletrônica x Paranormalidade

Eletrônica x Paranormalidade

No início da eletrônica, os pesquisadores na visão das pessoas comuns eram mais parecidos com bruxos ou magos e seus experimentos eram pura magia ou algo paranormal. Mas por incrível que pareça até hoje muitos vêem assim alguns fenômenos eletrônicos.

Apesar que sempre brinco dizendo que eletrônica não é uma ciência exata, ela é sim, tem seu funcionamento baseado na física e química.  Nós os hobbystas, técnicos e engenheiros eletrônicos não temos poderes paranormais ou mediúnicos, fazemos ciência, apenas isso.

No passado os pesquisadores achavam que a eletricidade e eletrônica poderia ser um elo importante entre o nosso mundo e o mundo dos mortos, até Nikola Tesla acreditava que o rádio poderia ser um meio de comunicação com os espíritos. Já outros cientistas achavam que a eletricidade poderia dar a vida a mortos, acreditavam que os espasmos com choques eram tentativas dos corpos em voltar a vida.

Com o tempo se provou que nada disso é verdade ou poderia acontecer, mas a eletrônica veio para ajudar a paranormalidade, ou quem crê nela, afinal nada é provado cientificamente. Fenômenos paranormais na maioria das vezes podem ser provados cientificamente e são fenômenos naturais ou causados pelo próprio homem.

Detectores de psicoenergias – Detectores de Energia Paranormal

A eletrônica contribui com detectores de fenômenos como o detector de psicoenergiadetectores iônicos, detectores de cargas elétricas,  detector de oscilação do campo magnético, detector de íons etc.

Aqui no site mesmo, escrevi um artigo chamado Detector de Fantasma ( Ghost Meter ) onde descrevo um circuito que é capaz de detectar oscilações no campo magnético, estático que segundo paranormais são causados por fantasmas, mas é apenas a concentração de íons no ar.

Detector comercial de fantasmas
Detector comercial de fantasmas

Acima um detector de fantasmas comercial, que é vendido no mercado, nada mais é que um EMF Meter, um  medidor de campo eletromagnético, um medidor que é capaz de medir campos eletromagnéticos.

Trans-comunicação Instrumental

Equipamentos eletrônicos não só detectam fenômenos paranormais, a eletrônica é capaz de gravar vozes de espíritos, do passado e até registar imagens de auras, espíritos, mortos, etc. O primeiro a estudar e descobrir o fenômeno chamado de transcomunicação instrumental foi Friedrich Jüngerson, ele por acaso diz ter gravado vozes que conversavam em uma língua extinta, com isso desencadeou uma verdadeira legião  que tinha como objetivo gravar o silêncio, ou o ruido branco para encontrar nele vozes ou mesmo conseguir uma comunicação com o além.

EVP (Electronic Voice Phenomenon)

Além de usar o gravador com microfone para captar sons ambientes, pode-se também usar outros métodos para captar vozes do além, como um rádio ou Tv fora da sintonia.

Diodo de Raudive

O Letão Konstantin Raudive foi um estudioso em EVP, segundo ele, seus experimentos tiveram bastante êxito, comunicando-se inclusive com sua falecida mãe que deixou na fita magnética um carinhoso recado de nome “Kosti”, era assim que habitualmente ela o chamava.

Raudive escreveu vários livros sobre o assunto, entre eles: “O Inaudível torna-se Audível  ” e ” Sobrevivemos à Morte “. Escrevi um artigo sobre Como fazer um Diodo de Raudive , lá você vai encontrar mais informações sobre o assunto.

Radiestesia

Radiestesia também chamada de radioestesia é uma sensibilidade a determinadas energias da natureza. Quem nunca viu alguém com uma forquilha de madeira tentando achar lugares para perfurar poços de água ou aqueles que com um pêndulo e um mapa conseguem determinar onde alguém está. Antes de qualquer comentário vamos saber o que é o efeito ideomotor.

Efeito ideomotor

O efeito ideomotor é como o efeito placebo, só que se refere à influência da sugestão sobre movimentos corporais involuntários e inconscientes.  O primeiro a relatar o fenômeno foi William Benjamin Carpenter em 1852, ele escreveu um artigo sobre radiestesia.

Em 1808, o químico  Gerboin escreveu um livro sobre a utilização de um pêndulo para realizar análises químicas. O método consistia em manter um pequeno anel de metal, seguro por um cordão delgado sobre uma placa inscrita com as letras do alfabeto.

O anel supostamente se moveria em direção às letras da substância a ser examinada, da mesma forma em que hoje o tabuleiro de Ouija responde as perguntas.

Mas Michel Chevreu se espantou com os resultados dos testes com o novo método, a princípio surpreendentes, mas manteve-se cético. Inicialmente, ele utilizou o pêndulo sobre uma placa de mercúrio e observou que o pêndulo continuava funcionando.

Em uma segunda etapa, percebeu que quando o mercúrio era coberto por uma placa de vidro, o anel de metal diminuia seu movimento até parar. Finalmente, repetiu a primeira experiência com os olhos vendados, pedindo a um assistente para colocar e retirar a placa de vidro sem que ele soubesse.

O resultado foi que o anel não se movia, não importando se havia ou não a placa de vidro. Como conclusão para o experimento, Michel escreveu:

“Enquanto eu acreditava que o movimento era possível, ele aconteceu; mas depois de descobrir suas causas eu não conseguia mais reproduzí-lo”.

De acordo com ele, seus experimentos mostram como é fácil “ver ilusões como verdades, sempre que somos confrontados com fenômenos em que os sentidos humanos estão envolvidos em situações mal analisadas”. [Wiki].

Radiestesia e a eletrônica

Com a radiestesia algumas pessoas dizem ser possível detectar pessoas, minérios, metais nobres e petróleo, isso usando apenas as mãos e uma “antena ” ou pêndulo que faz pequenas vibrações ou movimento quando o objeto procurado é detectado.

Nem tudo é crendice popular, segundos estudiosos da radiestesia, com fundamentação na física, dizem  que esse efeito é causado pela pequena mudança da gravidade que é gerada pela presença de um objeto de maior ou menor densidade que o seu meio, o solo.

Um aparelho mecânico ou eletrônico evitaria o efeito ideomotor e com isso acabaria toda a discussão sobre o assunto. Na eletrônica é possível fazer um dispositivo de radiestesia eletrônico ou mesmo um pêndulo eletrônico para detectar essas mudanças gravitacionais.  Um desses instrumentos é o gravímetro, ele mede a aceleração da gravidade.

Gravímetro Scintrex
Gravímetro Scintrex – Via

Com o gravímetro é possível descobrir grandes jazidas de minerais e água seja por terra manualmente ou  motorizado e por ar, através de uma avião com sensores gravimétricos acoplados.

Método gravimétrico
Método gravimétrico

Leia mais sobre o gravímetro Aqui.

Continuarei esse artigo em Breve! PARTE 2

Nova Eletrônica - Circuitos e projetos Eletrônicos grátis
Nota Importante: Para perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões utilize a página de contato .
[ Clique Aqui! ]