Home » Dicas » Como Ligar o LED em Ampla Faixa de Tensão – 5 Volts a 30 Volts

Como Ligar o LED em Ampla Faixa de Tensão – 5 Volts a 30 Volts

Ligando LED em Ampla Faixa de Tensão

Para ligar os LEDs e evitar que queimem, temos que limitar a corrente, geralmente entre 10 a 30mA (dependendo do LED), e para isso  uma resistência é necessária no circuito. Porem isso tem uma desvantagem, o valor da resistência deve ser calculado para um valor de tensão fixa.  Um exemplo é um Led vermelho (1,8Volts x 20mA) ligado em 12Volts, a resistência seria de 560 Ohms, mas se esse mesmo LED for ligado em 5 Volts este resistor cairia para 160 Ohms.

 

 

 Calculando o resistor para um LED

Para um LED com um tensão de 1,8 V, e uma corrente máxima de 20 mA, teríamos os seguintes resultados usando uma fonte de 5V:
R = (5V – 1.8V) / 0.02mA
R = 3,2 / 0,02
R = 160 Ohms
O resistor para esse LED seria de 160 Ohms, o mais próximo acima é de 180 Ohms .

 

A solução do Problema

Em muitos circuitos temos tensões amplas e variáveis, a solução é substituir o resistor por um transistor FET , com isso vamos ter uma série de vantagens, entre elas é a que o transistor faz a redução de corrente sem a necessidade de componentes adicionais (resistores). No caso do BF256C,  sua corrente constante fica entre 11 mA e 15 mA quando a voltagem é entre 5 V e 30 V. Podemos utilizar um diodo 1N4148  para assegurar a proteção da polaridade do LED . Como resultado, o LED pode ser alimentado com tensões AC entre 5 V e 20 V, com uma frequência de 50 Hz, o LED fica ligeiramente intermitente (não é visível), reduzindo o seu brilho devido a retificação de meia-onda do diodo.

Fonte: www.seekic.com

Nova Eletrônica - Circuitos e projetos Eletrônicos grátis
Nota Importante: Para perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões utilize a página de contato .
[ Clique Aqui! ]