Home » Componentes » Recuperando Baterias de Chumbo-Ácido

Recuperando Baterias de Chumbo-Ácido

Como todos sabem eu sou um fã da reciclagem de componentes, incluso baterias e pilhas, realmente não consigo me desfazer de nada, desde que possa ser reusado ou recuperado. No caso de alguns componentes que tem em sua composição produtos quimicos como os capacitores eletrolíticos, pilhas e baterias deve-se fazer um teste prévio das condições antes de reusar.

No caso das baterias e pilhas de Níquel-Cádmio devemos levar em conta o efeito memória, já falamos sobre isso no artigo sobre rejuvenescedor de Baterias de Níquel-Cádmio (Zapping). Mas agora vamos falar da bateria de Chumbo-Ácido ou também chamada de Acumulador, muito usadas em veículos e Nobreak.

Como Recuperar Baterias

bateria acido-chumbo
Bateria acido-chumbo Foto: wikipedia.org
Quando você se deparar com uma bateria usada desse tipo (0 Volts), é difícil afirmar se ela está danificada irreversivelmente mesmo que ela esteja dando 0 Volts ao ser efetuada a medição. Caso a bateria tenha acesso as placas podemos visualizar a s suas condições e acrescentar água ou solução para baterias.

Primeiro você deve ter em mãos uma fonte de alimentação com no minimo 15 Volts x 1 Amperes e um carregador de bateria de carro.  Vamos começar aplicando uma carga bem baixa na bateria, cerca de 100mA, podemos começar com 15 Volts, mas use um resistor de 150 Ohms x 1 Watt para limitar a corrente.

Deixe a bateria carregando por um longo período, algumas horas, costumo deixar cerca de 12 horas, se ao final deste período a bateria chegar a pelo menos 2/3 de sua tensão, ou seja de 9,5 a 10 Volts é sinal que a bateria pode ser parcialmente recuperada. Eu falo parcialmente que devido a sua inatividade com certeza ela perdeu parte de sua capacidade, em média a metade de sua potência.

Com um bom carregador de bateria faça no minimo 5 ciclos de carga-descarga da bateria. Ai sim podemos dizer que o processo de recuperação da bateria de Chumbo-Ácido está completada, mas resta saber realmente o estado da bateria e suas verdadeiras condições. Para isso vamos ter que saber a impedância da bateria. Apesar de estranho vou explicar.

A Impedância da bateria

A impedância de bateria ou a sua resistência interna está diretamente relacionada com a capacidade da bateria, ou seja, a capacidade de ter uma corrente de saída sem queda de tensão. A relação é simples,  quanto menor for a impedância da bateria mais preservada e em melhor condição ela está.

Caso tenha um Medidor de Impedância de bateria, efetue a medição, mesmo um valor de até 50 milliOhms pode ser considerado como razoável, mas tenha em mente que uma alta impedância de bateria é sempre um sinal de bateria com defeito, mas o contrário nem sempre é verdadeiro, a impedância baixa de uma bateria não significa que a bateria realmente está em boas condições.

Não existe um método ou teste exato para medir o estado da bateria, podemos ver alguns itens mas nunca poderemos saber se ela está realmente em plena forma. A unica maneira de ter certeza é colocar a bateria em uso e ver como ela se comporta. Muitas vezes não precisamos de sua total potência e nos basta os resultados da recuperação, já que o importante é reciclar!

Nova Eletrônica - Circuitos e projetos Eletrônicos grátis
Nota Importante: Para perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões utilize a página de contato .
[ Clique Aqui! ]